Ronco e Apneia X Odontologia

Ronco e a apneia noturna são problemas comuns nas nossas vidas e causa prejuízos de muitas maneiras, tanto para pessoa que ronca quanto às pessoas que convivem com ela. A odontologia está muito presente no tratamento destes pacientes.

0
22

Quantas pessoas você conhece, que roncam?

Muitas. Será sua resposta.

Ronco e a apneia noturna são problemas comuns nas nossas vidas e causa prejuízos de muitas maneiras, tanto para pessoa que ronca quanto às pessoas que convivem com ela. A odontologia está muito presente no tratamento destes pacientes.

Ao roncador, as noites mal descansadas;  às pessoas que não querem ficar por perto enquanto ele dorme, sem falar nas brincadeiras de mal gosto, etc., às pessoas que convivem com o ruído que tanto incomoda, o sono leve, o cansaço pela manhã e uma incontável série de problemas.

Basicamente o ronco é o resultado sonoro da passagem do ar durante a respiração, causando a vibração de uma ou mais estruturas respiratórias que se relaxam durante o sono.

Em muitos casos temos pessoas que, em conjunto ou não com o ronco, têm um problema chamado Apneia noturna, que é uma enfermidade, onde um paciente, pára de respirar por um determinado espaço de tempo. Este  episódio pode ocorrer uma ou em várias ocasiões durante a noite, afetando, assim, a qualidade do sono e de vida do indivíduo.

O corpo humano tem seu funcionamento interligado, motivo pelo qual o mal desempenho de um determinado setor ou órgão, pode desencadear uma série de outras desarmonias, as quais, ao final são capazes de produzir um resultado de natureza  mais séria.

Precisamos de um tempo diário de descanso, para o organismo se recompor e reestruturar-se,i isso varia um pouco de um indivíduo para outro. A quantidade e a qualidade deste período de repouso faz toda a diferença. Quando isso não acontece pesquisas apontam para a ocorrência de fatos indesejáveis, tais como: envelhecimento precoce, perda ou diminuição de rendimento no trabalho, interferências na memória, atenção reduzida, menor rendimento escolar, maior tendência às enfermidades, irritabilidade, aumento de acidentes domésticos, aumento do numero de acidentes com veículos e uma infinidade de outros acontecimentos não muito agradáveis, incluindo-se, entre eles, até mesmo uma diminuição período de vida.

Hoje em dia temos algumas empresas que se preocupam tomando medidas visando a prevenção de acidentes de trânsito junto aos seus motoristas, dedicando atenção especial  e tratamento aos casos de má qualidade de sono. Sabemos que alguns fatores como obesidade, álcool e drogas podem favorecer o aparecimento ou a perpetuação do distúrbio.

Grande quantidade de profissionais, instituições e empresas de maior porte, têm se empenhado em encontrar uma solução definitiva para  este problema, todavia ainda temos um longo caminho a percorrer até que se chegue a uma solução. Atualmente temos alcançado um bom avanço na área, permitindo com que possamos, no mínimo, proporcionar melhoras e conforto aos pacientes.

O correto diagnóstico envolve alguns profissionais de saúde interligados e exames complexos que sinalizam onde estará a possível causa e o melhor caminho para o tratamento.

O Otorrinolaringologista é o primeiro profissional de escolha para o início de um correto diagnóstico. Ele direcionará o tratamento de acordo com o distúrbio encontrado. Somente depois de uma correta identificação do problema é que se torna possível o encaminhamento a outro profissional de saúde.

A Odontologia consegue, com alguns aparelhos, o melhoramento da passagem do ar nas vias respiratórias durante o sono, na maioria dos casos estes aparelhos são removíveis e podem ser usados em diferentes idades e inclusive a pacientes desprovidas de dentes. Para isso é feita inicialmente uma avaliação odontológica quanto a condição das estruturas bucais ( dentes, músculos, mucosa, língua, etc) para função respiratória no sono e em conjunto com a avaliação médica quanto a gravidade do caso pode-se traçar um plano de tratamento adequado a cada caso.

Manter-se saudável e prevenir o aparecimento de doenças sempre será muito melhor que tratá-las.

Mantenha-se saudável.